A Região dos Lagos Andinos em Osorno no Chile reserva aventuras incríveis. Hospedados no Termas Puyehue aproveitamos para conhecer o Centro de Esqui Antillanca e nos surpreendemos com o que encontramos por lá.

Cerca de 40 minutos por uma estrada de terra com muitas curvas separam o complexo Termas de Puyehue da Estação de Esqui Antillanca, também conhecida pelos esquiadores como “um dos segredos mais bem guardados do Chile”.

O resort disponibiliza o Ski Day que contempla translado ida + volta, entradas para o parque e almoço por CLP 45.000 (cerca de R$ 230,00) adultos e CLP 35.000 (R$ 180,00) crianças de até 11 anos. (Valores em 09/2017)

Outra forma de chegar é de automóvel, os caminhos até Osorno são asfaltados, seguros, bem sinalizados e partem das principais cidades do Sul do Chile como Puerto Varas, Frutillar e Valdivia, se você vier pela Argentina vai passar por Villa la Angostura e San Carlos de Bariloche.

O Centro de Esqui Antillanca tem a vantagem de geralmente não figurar entre os mais populares no Chile, isto significa que a estação raramente estará lotada. Boa neve, tranquilidade e 28 pistas que contemplam tanto os iniciantes quanto os experts a transformaram em um dos melhores locais para esquiar no país.

Assim que chegamos ficamos completamente encantados com a beleza do local, sabe aquelas paisagens de filme? Pois é, estava exatamente como o clichê Hollywoodiano gosta.

A primeira coisa a fazer em Antillanca é seguir até a casinha de madeira que vende os tickets, aqui eles lhe darão o bilhete para o almoço e também os passes para subir nas estações de ski. Se você for praticar algum esporte é nesta cabana que irá retirar os equipamentos que foram alugados com desconto no Termas Puyehue.

Para quem vem sem o transfer do hotel o procedimento é o mesmo, aqui compram-se os ingressos e alugam-se as roupas e equipamentos.

A temporada de sky em Antillanca varia bastante e depende de vários fatores como o clima, a velocidade dos ventos nos vulcões ao redor e a quantidade de neve, geralmente o melhor período acontece entre junho a outubro. Entretanto, a neve pode cair durante todo o ano, claro que em uma quantidade insuficiente para a prática do ski, mas o bastante para deixar os turistas felizes.

O Centro Antillanca foi concebido como um clube de montanha pelos colonos europeus que construíram as instalações no estilo clássico, foi a forma que encontraram para deixar esta parte do sul do Chile um pouco mais parecida com sua terra natal e ainda poderem curtir a neve nos mais de 400 hectares de área reservada para as pistas de esqui durante o inverno.

A temperatura média na alta temporada fica nos 6º C, variando de 2º C a 10º C durante o dia e caindo para abaixo de 0º C nas madrugadas. A temperatura média anual é de 11°C.

Com nevascas constantes no inverno e diversas opções de caminhadas este lugar torna-se romântico ao extremo.

Como localiza-se no Parque Nacional Puyehue, em plena Cordilheira dos Andes, uma das características deste centro de ski é ter muita vegetação, com florestas, bosques antigos e diversos refúgios naturais.

O que mais nos chamou a atenção foi o ambiente familiar que encontramos, com muitas famílias se cumprimentando como se frequentassem o complexo há tempos.

Em uma rápida caminhada foi fácil entender o porquê de tantas crianças circulando por lá, encontramos quadras de esportes indoor, muro de escalada e muitas turmas de ski direcionadas para os pequenos, assim o tédio passa longe daqui.

O restaurante traz no nome uma homenagem à famosa cratera que fica nas proximidades e pode ser esquiada por profissioanis: Raihuen. O ambiente é super quentinho, todo em madeira, com mezanino e até mesmo uma árvore no interior.

O almoço é estilo self service e conta com vários produtos e receitas do sul do Chile, os hóspedes do complexo podem optar também por um restaurante á la carte e um pub.

O Centro de Esqui Antillanca tem ao todo 28 pistas, entre elas 3 são consideradas muito fáceis, indicadas para crianças e para iniciantes, 8 são fáceis, ideais para quem já domina os esquis, 12 são consideradas difíceis e 5 são indicadas apenas para profissionais.

Quatro meios de elevação são disponibilizados para que o público tenha acesso a todas as pistas. Olhando a estrutura lá de cima conseguimos entender a complexidade deste centro e o porquê ele é palco de diversos campeonatos regionais, nacionais e alguns mundiais.

Gostamos muito deste centro de esqui, diferente dos destinos de neve mais famosos na América Latina este lugar é pensado para viajantes seletos que buscam associar o descanso e o lazer em família com a natureza exuberante do parque nacional. Passar o dia no Centro de Ski Antillanca e as noites no conforto do resort Termas Puyehue é a receita perfeita para férias de inverno inesquecíveis.

Dica final: Antillanca se torna uma ótima opção também entre os meses de novembro e abril, quando a estação de esqui dá lugar às inúmeras atividades ao ar livre que só são possíveis no verão.

Neste link para o Booking tem ótimas promoções de diárias para o Termas Puyehue: http://www.booking.com/hotel/cl/termas-puyehue-wellness-amp-spa-resort.html

Veja todas nossas matérias sobre a região: comerdormirviajar.com/tag/Puyehue

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos durante esta viagem basta buscar pela tag #CDVTripPuyehue

Antillanca – Centro de Esqui y Montaña
Bernardo O’Higgins 1073
X Región
98 km de Osorno – Chile
+56 64 226 0303
antillanca.cl

Termas Puyehue Wellness & Spa Resort
Ruta Internacional 215 km 76
Osorno – Chile
+56 2233 1400
puyehue.cl

Comentários pelo Facebook
728x90

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here