O Deserto do Atacama é uma das regiões mais desejadas pelos viajantes que vão ao Chile e um dos destinos mais visitados da América do Sul, existem várias formas de chegar até a cidade de San Pedro de Atacama e explorar as belezas do norte chileno, contamos tudo aqui:

O Deserto do Atacama faz parte da Região de Antofagasta no Chile, portanto, não é um destino propriamente dito e sim uma vasta área com algumas cidades que servem de base para que os viajantes possam partir para os mais variados passeios.

A cidade de San Pedro de Atacama é geralmente o principal ponto estratégico para as aventuras no deserto e a melhor forma de chegar até lá é através de uma cidade maior chamada Calama, acessível de forma aérea e opções terrestres.

Para quem parte do Brasil o caminho passará necessariamente por uma conexão em Santiago já que não existem voos diretos para Calama, esta é uma grande oportunidade de desbravar a capital chilena antes de seguir para o Atacama.

Deserto do Atacama por avião – A alternativa mais rápida

Para quem opta por viajar de avião a primeira coisa a fazer é escolher seu voo até Santiago do Chile, que pode ser através da Gol, Aerolíneas Argentinas ou ainda pela Latam, a única atualmente que tem como destino final Calama. (informações de 03/2017)

Para quem é fã dos pontos de fidelidade pode verificar se compensa fazer o trecho: Cidade de Origem/Santiago do Chile através do Smiles da Gol e depois Santiago/Calama através do Multiplus da Latam ou então todos os trechos diretamente pelo Multiplus em um único localizador.

Este voo não é muito barato e também não tem muitas promoções durante o ano portanto a mesma técnica de trechos em diferentes companhias vale para quem paga em dinheiro, pesquisar e comprar com até 3 meses de antecedência é a receita para os melhores preços e a melhor dica é comprar Brasil/Santiago pelo site da LATAM nacional e Santiago/Calama pelo site da LATAM Chile.

No tutorial abaixo eu fiz uma simulação de preços no site brasileiro e no site para os chilenos (latam.com/es_cl) . A diferença é muito grande, compensa mesmo pagando o IOF e a conversão de câmbio do cartão de crédito internacional. Para quem não deseja utilizar o cartão de crédito internacional pode arriscar comprar as passagens assim que chegar a Santiago, só que neste caso o risco de pagar mais caro por ser na “última hora” aumenta.

Deserto do Atacama de ônibus – A alternativa mais barata

As estradas do Chile são sempre muito elogiadas pela boa trafegabilidade e estado de conservação fazendo com que as viagens de ônibus sejam confortáveis, ainda mais que empresas como a Pullman e a TurBus geralmente utilizam frotas novas para o deslocamento até o Atacama com algumas paradas para refeições.

As viagens ficam entre CLP 27.000 (R$ 128,00) e CLP 50.000 (R$ 237,00) dependendo do nível de conforto escolhido. Este é um meio de transporte para quem tem mais tempo para dedicar a viagem já que o trajeto leva quase 24 horas. (conversões de moeda em 03/2017)

Deserto do Atacama de carro – A alternativa mais aventureira

Para os fãs de road trip viajar de carro pelas lindas e exóticas regiões chilenas pode ser uma alternativa super interessante trafegar pelos mais de 1.600 km entre Santiago e San Pedro de Atacama e ainda poder esticar um pouco até a Argentina ou mesmo até a Bolívia.

Esta opção leva mais tempo do que seguir o caminho de ônibus, já que as paradas podem ser maiores e alguns preferem não dirigir a noite para curtir da melhor forma as paisagens singulares.

Nós optamos por viajar de avião, que também tem lindas paisagens, principalmente da Cordilheira dos Andes e do interminável deserto que circula Calama. Os voos duram cerca de 2 horas e são geralmente tranquilos por estarem em uma área de pouca turbulência.

De avião tem como visualizar a grandiosidade da Chuquicamata, referência em extração de Cobre e Molibdênio, a maior mina do Chile e uma das maiores e mais famosas minas a céu aberto do mundo. Segundo o site oficial é a segunda mais profunda do planeta, com cerca de 1km de profundidade, 4,5 km de comprimento e 3,5 km de largura.

Uma dúvida muito comum é sobre os documentos necessários para a visita ao Deserto do Atacama. Você estará em território chileno e a carteira de identidade (RG) com foto atualizada e bom estado de conservação já é o suficiente para entrar no país. Nenhum outro documento de identidade brasileiro como CNH, OAB ou CREA é aceito.

Nós recomendamos sempre viajar com o passaporte para ter mais carimbos, isto pode ajudar muito quando você quiser entrar em outros países, geralmente os funcionários das imigrações valorizam muito os passaportes cheios de carimbos.

O caminho natural para quem utilizou avião ou ônibus é chegar em Calama e decidir como vai seguir até San Pedro de Atacama.

O aeroporto El Loa fica a cerca de 6km do centro da cidade e 100 km de San Pedro de Atacama.

Taxi e ônibus – A alternativa mais barata

Novamente esta é a opção mais barata e, automaticamente, a mais cansativa já que provavelmente você estará chegando após horas de viagem. Não existem linhas de ônibus que saem de El Loa até San Pedro de Atacama, então no aeroporto você poderá pegar um táxi que custará cerca de CLP 7.000 (R$ 33,00 em 03/2017) até o centro de Calama e lá pegar um ônibus direto para San Pedro por cerca de CLP 3.000 (R$ 15,00 em 03/2017).

Dicas: Peça desconto para o taxista e procure pessoas no aeroporto para dividir o mesmo carro, fica bem mais barato. Verifique com os serviços de transfer no aeroporto se os preços não ficam mais acessíveis do que o táxi.

Chegando na cidade de San Pedro de Atacama você terá que se deslocar até sua hospedagem, que pode ficar bem longe do ponto final do ônibus. Caso opte por esta modalidade de transporte peça para que alguém da sua pousada esteja esperando na rodoviária para não ter problemas.

Alugar um carro – A alternativa mais cara

Alugar um carro em Calama e curtir o Deserto do Atacama dirigindo pode ser uma ótima opção para quem já conhece a região e quer ter total liberdade de locomoção, entretanto não indicamos para quem está indo pela primeira vez. Os lugares que você irá conhecer neste passeio são incríveis e isolados, as dicas, experiência e histórias dos guias serão imprescindíveis para que você aproveite a experiência ao máximo.

Transfer – O melhor custo x benefício

Sem dúvidas a opção de contratar um serviço de transfer coletivo é a maneira mais prática, rápida e conveniente para chegar até San Pedro de Atacama, consideramos o transporte ideal para pessoas que viajam sozinhas, em casal ou em um grupo pequeno. Para quem está em família ou em um grupo maior de pessoas talvez seja mais interessante contratar um transfer privado pagando pelo veículo e não por pessoa.

Contratar o serviço é simples, no saguão do aeroporto você encontrará vários quiosques de empresas como Licancabur, Transfer Pampa, TransVip e a Transfer Andino, que escolhemos pelo simples fato de que era a que já estava saindo e queríamos pegar a estrada rápido.

O tíquete da transportadora pode ser comprado ali mesmo não sendo necessário fazer reserva, mas caso você queira sair do Brasil com isto resolvido todas as empresas reservam online.

Nosso trajeto estava com o custo por pessoa de CLP 12.000 (R$ 57,00) a ida ou o ida + volta por CLP 20.000 (R$ 95,00 em 03/2017). As empresas de transfer deixam você literalmente na porta da hospedagem e voltam no dia e horário agendados para te levar de volta ao aeroporto.

O transporte de Calama até San Pedro de Atacama é feito em vans com capacidade para 15 passageiros por um asfalto liso e em ótimas condições. A paisagem em tons avermelhados durante o caminho são o aperitivo ideal para atiçar a vontade de explorar cada cantinho desta exótica região.

San Pedro de Atacama é uma localidade pequena, com estrutura limitada, mas muito charmosa. Esta comuna pitoresca está a 2.500 metros acima do nível médio do mar e é a porta de entrada para o deserto mais árido do mundo portanto hidrate-se bebendo muita água durante toda a viagem e evite esforço físico no primeiro dia na cidade para amenizar os efeitos da altitude.

A dica é um passeio leve pelo centrinho, observando as construções de adobe e peculiaridades do vilarejo. Não deixe de visitar a Feria de San Pedro, uma feirinha de artesanato com bons preços e muitos presentes legais. Entre os lugares interessantes estão a antiga igreja e também a única feira com hortifrutigranjeiros frescos da cidade.

As outras opções para chegar até o Deserto do Atacama são pela Bolívia, geralmente entrando pelo maior deserto de sal do mundo, o Salar de Uyuni, em um trajeto feito por agências bolivianas adquiridos na cidade de Uyuni com duração de dois ou três dias ou então pela Argentina, vindo pelas estradas das províncias de Salta ou Jujuy.

Não perca todas nossas matérias sobre o Atacama neste link: comerdormirviajar.com/tag/atacama

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos sobre o Atacama basta buscar pela tag #CDVTripAtacama

Comentários pelo Facebook

728x90

13 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o seu blog e penso como você. Ainda não fiz as viagens que você fez, mas de pouquinho em pouquinho chego lá. E tenho uma vantagem maravilhosa: minha filha sempre viaja comigo e isso é muito bom!

  2. Deserto do Atacama parece ser lindo!! Infelizmente do Chile eu só conheço o aeroporto de Santiago. Esse negócio de trocar o país do site da Cia Aérea é muito importante. Acho isso ridículo para dizer bem a verdade.. As vezes existe também diferença se você compra via celular e até mesmo tipo de sistema operacional e navegador. Essa região deve render fotos maravilhosas!!

  3. Muito legal sua viagem tem muito informação importante para planejar a viagem para o Atacama, Parabéns

  4. Que saudade do Atacama! <3 Utilizei a opção do transfer a partir do aeroporto de Calama até San Pedro de Atacama e achei que valeu a pena. Parabéns pelo seu post, muito bem detalhado! 🙂

  5. Oi Fábio, obrigada pela atenção em responder todas minhas dúvidas e pelas dicas. Ainda estou aqui pelo blog me deliciando com suas experiências e anotando tudo.

  6. estou indo a todos locais que são indicados no comer dormir viajar, muito obrigado e continuem com as dicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here