Mendoza é um lugar que todo enófilo deve visitar pelo menos uma vez na vida e a Fiesta Nacional de la Vendímia é o apogeu do culto aos vinhos, a maior festa do gênero no planeta.

Praticamente todas as regiões vinícolas do mundo comemoram a colheita com festas que simbolizam a fartura e o pedido de um próximo ano de boas plantações, mas poucas celebrações no mundo chegam perto da grandiosidade da Fiesta Nacional de la Vendímia, realizada anualmente no final do verão argentino em Mendoza.

Com distinção da National Geographic Magazine que coloca a festa como uma das melhores do mundo (junto com a Oktoberfest de Munique, o Ano Novo Chinês, o Mardi Gras e o Carnaval de Veneza) este é um dos maiores orgulhos do povo mendocino que transformou o deserto aos pés da Cordilheira dos Andes em um extenso e produtivo vinhedo.

As atrações durante a época da colheita (janeiro, fevereiro e março) são variadas e vão desde tours para colher as uvas em vinhedos famosos, passeios por vinícolas com opção de almoços harmonizados até os eventos ao ar livre. Contamos tudo sobre cada experiência que tivemos aqui: comerdormirviajar.com/tag/mendoza

Viajamos exclusivamente para passar o primeiro final de semana de março em Mendoza, é neste período que desde 1936 acontece a Grande Festa Nacional da Vindima, a celebração mais antiga da Argentina, onde se realiza a eleição da rainha que representará o sua região mundo afora pelo próximo ano.

Presenciamos o grande desfile chamado de Vía Blanca de las Reinas (Via Branca das Rainhas) uma festa com grandes carros alegóricos, gente fantasiada e muita música representando os costumes de cada cidade que compõe a região. A cerimônia contou com a presença do Ministro de Turismo de la Nación Argentina Gustavo Santos, o governador Alfredo Cornejo e sua vice-governadora Laura Montero além de muitas outras autoridades locais. La banda de la Policía de la provincia de Mendoza iniciou o espetáculo.

Todo o trabalho do homem do campo e as dificuldades que ele tem para cuidar da uva é representado pela imagem de Nossa Senhora da Carrodilla (Padroeira dos Vinhedos), que chegou escoltada por vários gauchos.

A Argentina é um dos melhores países da América do Sul no quesito gay-friendly, atendendo com muita igualdade o turista LGBT em qualquer lugar e lógico que na Vendímia não seria diferente, lá acontece anualmente a festa Vendimia Gay – Vendimia Para Todos.

Em 2017, pela primeira vez, a abertura do Vía Blanca de las Reinas foi com o carro alegórico que trouxe o Rei, a Rainha e todos os outros concorrentes ao som de Madonna com direito a um cavalo branco gigante. Se você se interessou em saber mais sobre a Vendimia Para Todos recomendamos ler o relato do Rafael Leick do Viaja Bi.

O desfile continuou com todas soberanas municipais que aspiram ao reinado nacional (título tão ou mais importante para as belas jovens como o de Miss Universo) percorrendo a avenida lotada de fans que se espremeram nas calçadas para tentar tirar uma foto ou até mesmo cumprimentar as candidatas e suas cortes.

Cada candidata tem liberdade total para utilizar a Vía Blanca de las Reinas como desejar, ouvimos meninas cantando, declarando poesias, dançando e proclamando discursos apaixonados de amor à sua região e ao seu país, cada novo carro alegórico era totalmente diferente do anterior.

Interações de toda forma vão acontecendo, seja com integrantes das comissões fantasiados, bandas musicais e até mesmo atuações circenses que lembravam uma espécie de Cirque du Soleil.

Mas o mais engraçado e impressionante é a quantidade de frutas que as cortes jogam para os visitantes, cada um dos diversos departamentos que compõem a Província de Mendoza traz exemplos de sua produção agrícola. São arremessadas frutas pequenas como uvas e pêssegos até as gigantes melancias e melões.

Geralmente no primeiro sábado de março (um dia depois da Vía Blanca de las Reinas) acontece o Ato Central da Festa no Teatro Grego Frank Romero Day que se situa em meio às serras do Parque San Martin, um espaço com capacidade para 22 mil pessoas.

O evento é lindo e tem mais de mil artistas em um show grandioso, com cerca de cinco horas de duração, muita música e dança representando todo o trabalho realizado na produção do vinho. É também neste dia que ocorre a eleição da Rainha Nacional da Vindima que é saudada com imponentes fogos de artifícios.

Infelizmente não pudemos assistir a esta grande festa, alguns dias antes do evento um acidente na construção do palco fez com que a estrutura ficasse comprometida e as obras demorassem mais para finalizar, pela primeira vez na história o evento foi adiado para o domingo e infelizmente não tínhamos como trocar as passagens aéreas e perdemos a cerimônia. Mesmo assim assistimos a todo o emocionante evento pelo YouTube e compartilhamos como você:

Esta experiência foi incrível e recomendamos a todos que desejam se aprofundar na cultura argentina do vinho. Viajamos para Mendoza a convite da Inprotur e Ente de Turismo de Mendoza. Também participaram da viagem:
Rafael Leick – Viaja Bi (Brasil), Pamela Casanova Sommelier (México), Nirvino (Chile), René Rentería (México), Pedro Teixeira – Qual Viagem (Brasil), Daniel Greve – Jigger (Chile), Federico Oldenburg – Gastro Actitud (Espanha) e Melissa del Carpio – Revista Vamos (Peru)

Não perca todas nossas matérias sobre Mendoza neste link: comerdormirviajar.com/tag/mendoza

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos nesta viagem basta buscar pela tag #CDVTripMendoza

Mais informações:
turismo.mendoza.gov.ar
argentina.travel

Comentários pelo Facebook
728x90

8 COMENTÁRIOS

  1. Olá Fábio, que relato legal, essa festa deve ser o máximo. Guardadas as devidas proporções, a nossa Vindima, no Rio Grande do Sul também é bem legal, mas acho que não chega a ser desse tamanho. Parabéns pelas dicas!

  2. Queridos, que gostoso reviver esse momento através do relato de vocês. E obrigado pela menção. 🙂
    Espero vê-los novamente em breve.
    Bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here