O tour Geyser El Tatio no Deserto do Atacama no Chile é uma experiência única, é ver o sol nascendo em meio à colunas gigantescas de fumaça e, por algumas horas, sentir-se como que em outro planeta.

O passeio Geyser El Tatio é considerado imperdível entre os turistas que visitam o deserto do Atacama, não fazê-lo é como visitar o Rio de Janeiro e não ver o Cristo Redentor. Fica fácil entender o fascínio e elogios à esta região que traz um dos amanheceres mais lindos do mundo em meio às particularidades geográficas do campo geotérmico dos montes andinos no norte do Chile.

Mais uma vez escolhemos a agência Ayllu Expediciones para fazermos este tour com toda a segurança e comodidade que só eles sabem proporcionar. A dica básica é deixar este passeio para o último dia livre na viagem já que em menos de 2 horas os viajantes saem da cidade de San Pedro de Atacama que está a 2.400 metros acima do nível médio do mar para o parque El Tatio que fica a cerca de 4.300 mts de altitude. A tendência é de que o corpo vá se aclimatando na região e com o passar dos dias comece a sentir menos os efeitos da altitude, estando pronto para este tour à partir do 3° dia de viagem. O valor do pacote foi CLP 80.000 (cerca de R$ 370,00 em 03/2017).

Por tempo limitado quem reservar qualquer tour com a Ayllu Expediciones através do email contacto@ayllu.cl informando que leu este post ganhará 30% de desconto. Neste passeio ficou cerca de R$ 110,00 de desconto por pessoa!

Em momento algum subestime o poder do soroche, ou “mal da altitude”, é muito importante que no dia anterior ao passeio não seja consumido álcool e que se evite alimentos pesados e gordurosos, durma cedo e durante todo o trajeto respire profunda e calmamente, tomando pequenos goles de água para evitar os problemas que podem surgir, como enjoos, tonturas, dor de cabeça e dor no estômago.

Tenha em mente que o tour aos gêiseres de Tatio será provavelmente o mais frio que você irá enfrentar no Atacama, vá muito bem agasalhado, principalmente nas mãos e pés. No dia em que visitamos o parque a temperatura estava -9°C, mas são comuns relatos de até -20°C. A dica é vestir-se em camadas de forma que você possa ir tirando casacos, mantas e até mesmo uma das calças (é recomendado estar vestindo 2) conforme o dia vai aquecendo.

A Ayllu Expediciones costuma sair para este passeio por volta das 5:30 da manhã para estar no campo de gêiseres antes do sol nascer, mas este horário pode variar dependendo da época do ano, iniciando entre 4:00 e 6:00, você será informado no momento da reserva.

A van da agência passa na porta das hospedagens em San Pedro de Atacama. Avise no hotel/hostel que você vai sair cedo, eles geralmente deixam o café da manhã preparado em saquinhos de papel, este lanche também ajuda a minimizar o soroche.

O ingresso para o Parque El Tatio custa CLP 5.000 (cerca de R$ 24,00 em 03/2017) e não está incluído no preço do tour. Este valor é administrado pela Sociedade Tatio Mallku que integra as comunidades atacamenhas Caspana e Toconce, de forma justa e nobre é a própria comunidade que cuida e tira seu sustento das atividades turísticas na região.

Apesar de o campo geotérmico do vulcão Tatio estar em atividade durante 24 horas por dia o espetáculo maior, com muito vapor e jatos de água, é apreciado somente no início da manhã devido ao choque proveniente da água fervendo a cerca de 80°C e a temperatura abaixo de zero graus Celsius do ambiente neste horário.

No complexo que ocupa uma área de 3 Km existem em torno de 80 gêiseres formados pelo efeito de rios subterrâneos à 200 metros de profundidade (aproximadamente) aquecidos pelas rochas vulcânicas e magna que geram uma grande pressão fazendo com que a água saia para superfície.

Créditos do diagrama: De Lmb de es, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1557009

Assim que chegamos um guia nos acompanhou para passar as informações enquanto outro ficou preparando o café da manhã. É inesquecível assistir os primeiros raios de sol por entre a densa fumaça, a paisagem parece ser de outro planeta.

O Geyser el Tatio é o terceiro maior parque deste tipo no mundo (e o com maior altitude em relação ao nível do mar). Para quem conhece o Parque Yellowstone nos Estados Unidos ou o Haukadalur, na Islândia pode ficar um pouco decepcionado com os jatos d’água do El Tatio que raramente alcançam 2 metros de altura, mas o espetáculo aqui fica com a emoção de caminhar por entre as paredes de fumaça que alcançam mais de 30 metros de altura e chegar muito próximo da água borbulhante.

Para aproveitar o passeio sem riscos é só seguir por entre as trilhas demarcadas e não chegar perto demais das fontes. Não coloque a mão na água que você irá se queimar gravemente, também evite inalar o vapor dos gêiseres pois o mesmo é carregado de substâncias químicas e enxofre, ande devagar, sem correr e se sentir qualquer mal estar basta informar ao seu guia que estará junto do grupo ajudando a fazer fotos lindas.

O pessoal da Ayllu Expediciones, como de costume, mandou super bem no café da manhã servindo iogurte, frutas frescas, café, leite, chocolate quente, torradas, bolinhos, doces, geleias, tortas e muita Nutella, tudo isto com direito a omelete feita na hora e a paisagem de um dos campos de gêiseres mais ativos do mundo.

O próximo ponto do passeio foi aproveitar a piscina de águas termais. A dica é vestir o biquini / maiô / calção antes de sair da hospedagem, chegar aqui, simplesmente se despir nas cabines que ficam ao lado da piscina e entrar na água sem pensar muito.

O odor não é agradável devido a alta concentração de enxofre na região e o fundo da piscina é barrento, com terra vulcânica, por isto se recomenda não molhar o rosto nem cabelos, nunca engolir a água e ficar no máximo 20 minutos na piscina. Ao sair o pessoal da Ayllu fica esperando com roupões bem quentes, o que ajuda muito no trajeto até vestir-se novamente.

Durante o caminho de volta algumas paradas são feitas próximas ao Rio La Putana para que pudéssemos observar toda a vida silvestre da região. É lindo caminhar margeando às águas e se encontrar com vicunhas, viscachas e muitas aves que alimentam-se entre os cactos gigantes e as azoretas.

A última parada é no pueblo de Machuca, um pequeno vilarejo onde poucas pessoas sobrevivem graças a criação de lhamas, produção de queijo e visita de turistas, praticamente todas as agências que vão até o gêiseres de Tatio tem uma parada ali para que os clientes possam experimentar as empanadas de queijo de cabra e os exóticos Anticuchos de Lhama, espetinhos com carne de lhama e vegetais. Vale muito a pena provar!

Visitar o campo geotérmico do Geyser El Tatio foi um sonho realizado, um passeio memorável em um dos lugares mais incríveis da América do Sul. O cenário arrebatador, a amplitude térmica que vai dos -9°C até próximo a 16°C em poucas horas, as densas cortinas de fumaça e o povo amável desta região nos fazem querer voltar ao Atacama muitas e muitas vezes.

Não perca todas nossas matérias sobre o Atacama neste link: comerdormirviajar.com/tag/atacama

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos sobre o Atacama basta buscar pela tag #CDVTripAtacama

Ayllu Expediciones
Calle Toconao, 479
San Pedro De Atacama
Deserto do Atacama – Chile
+56 55 2 592781
www.ayllu.cl

Mais uma descoberta inesquecível em nosso álbum: Mãos Pelo Mundo.

Comentários pelo Facebook

728x90

6 COMENTÁRIOS

  1. Gosto muito de viajar, mas percebo que necessito me aprimorar e as dicas que encontro no Comer. Dormir. Viajar. são muito úteis! Valeu, obrigada.

  2. Nossa América do Sul é realmente incrível! Sonho em desbravar cada cantinho! A sensação deve ser única!!! Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here