Tempo estimado de leitura: 9 minutos

O Hangaroa Eco Village & Spa nos surpreendeu com uma cozinha de excelência, comprometida com as origens da gastronomia Rapa Nui em uma harmoniosa fusão com receitas internacionais.

O Hangaroa Eco Village & Spa oferece dois programas de hospedagem, o Bed & Breakfast que dá direito ao café da manhã no restaurante Poerava e coquetel diário ao entardecer e o Programa Premium, que adiciona nas diárias almoço no restaurante Poerava e Jantar no Kaloa com vinho, cerveja, sucos e café e ainda um tour de dia inteiro, ou duas excursões de meio dia ou ainda um tratamento no Spa Manavai. Se o hóspede preferir o almoço pode ser substituído por uma cesta de piquenique.

Nos hospedamos por 4 dias no hotel Hangaroa com o programa premium e fomos totalmente surpreendidos pela gastronomia de alto nível que nos foi oferecida. Sem dúvidas foi a melhor escolha que poderíamos ter feito entre custo, benefício e facilidade.

Nesta postagem vamos mostrar tudo que experimentamos nos restaurantes do hotel, se você deseja saber mais sobre os quartos e a estrutura do Hangaroa é só clicar neste link: comerdormirviajar.com/hangaroa-eco-village

O café da manhã é servido no Poerava Restaurante, com capacidade para 170 pessoas, 110 na área interna e 60 na varanda, que podem observar a espetacular vista para o Oceano Pacífico e um lindo nascer do sol.

O restaurante é decorado com artigos confeccionados por artesões de todo o Chile, e como todas outras áreas do Hangaroa a prioridade é iluminação com luz natural. No primeiro café da manhã eu não conseguia me concentrar em outra coisa se não nos lindos moais de madeira que ornamentavam o ambiente.

São servidos uma grande variedade de pães caseiros com receitas tradicionais da Ilha de Páscoa, sempre acompanhados de diversas variedades de presuntos (jamones), item indispensável na mesa dos chilenos.

Todos os dias são apresentados diferentes tipos de doces, salgados e tortas, sempre equilibrando pratos relacionados com a cultura americana e européia (de onde vem a maioria dos hóspedes), algumas receitas polinésicas e outras chilenas.

As opções mais naturais e saudáveis como grãos e cereais dividem o espaço com as frutas da estação, algumas produzidas na ilha e outras que chegaram fresquinhas do continente pelos voos diários ou através de navios. Encontramos framboesas frescas, suco de abacaxi, suco de laranjas espremidas na hora e um delicioso bolo de banana.

Em uma bancada central entre grandes troncos de cipreste, iluminado com luz natural da claraboia, fica a grande pedra vulcânica esculpida que lembra uma antiga mesa de oferendas para os deuses, é neste espaço que os chefs realizam seus espetáculos durante as refeições, e no café da manhã é utilizado para preparação de omeletes e ovos mexidos.

Enquanto o Hangaroa Eco Village & Spa busca proporcionar uma espécie de elegância rústica em seus ambientes, no almoço do restaurante Poerava encontramos uma cozinha contemporânea e arrebatadora, o tipo de serviço que se espera em um restaurante localizado em uma grande metrópole, muito diferente do que imaginávamos encontrar na ilha mais remota do mundo.

Com a luz do dia tudo muda por aqui, a decoração com os moais é substituída por delicadas plantas e podemos observar o sereno cenário da Ilha de Páscoa como em um quadro que se move lentamente, com árvores balançando ao sabor dos ventos, que também são responsáveis pela trilha sonora das fortes ondas quebrando a poucos metros de distância. Não há dúvidas de que estamos no Umbigo do Mundo, no meio do Oceano Pacífico.

Ao invés de se deslocar por cerca de 2 Km até a vila de Hanga Roa para abastecer-se de lanches e bebidas, com o pacote Premium de hospedagem tivemos a comodidade de fazer todas as refeições no hotel, incluindo bebidas alcoólicas.

Nos pratos abaixo vamos colocar os preços do menu que são cobrados para os visitantes (não hóspedes) que desejam apenas experimentar a culinária que é uma fusão da gastronomia internacional com a tradicional cozinha Rapa Nui. Talvez em sua visita os itens do cardápio tenham mudado já que o mesmo é confeccionado de acordo com os ingredientes mais frescos encontrados nos mercados locais. De acordo com os valores você poderá perceber que é um ótimo negócio se hospedar com pensão completa, mas ao mesmo tempo estes restaurantes também são uma boa opção para quem não está hospedado e procura uma gastronomia de alto nível na ilha.

Durante nossa estadia no Hangaroa Eco Village tivemos a chance de experimentar diversas receitas do menu, decidimos listar as experiências em ordem de pratos, e não separadas por dias como em nossas avaliações tradicionais.

Em todos almoços o Couvert chegou com pães quentinhos, manteiga caseira e o chef presenteou os clientes com um Amuse Bouche que mais parecia uma obra de arte, sempre com ingredientes essencialmente nativos.

Na carta de entradas frias do Poerava experimentamos o Carpaccio de Carne, Alcaparras, Parmesano e Aceite de Oliva. Delicioso! Uma das melhores opções de entrada neste restaurante. (CL$ 10.500 – cerca de R$ 50,00 em 01/2017)

Pulpo Parrillado em Chimichurri de Hierba Luisa, o polvo grelhado estava perfeito, mas nosso paladar não se adaptou muito com o molho mais escuro, feito com ervas chilenas e que deixa um sabor amargo na boca. (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Camarones Apanados servidos con Salsa Agridulce y Salsa Brava, este prato surpreendeu, apesar de camarões empanados serem comuns em quase todos os restaurantes próximos ao mar, estes tinham um sabor especial, principalmente com os ótimos molhos que acompanharam. (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Da carta Ensaladas Y Cremas provamos a Ensalada Nicoise de Atún Sellado al Sésamo, a clássica salada francesa é tão completa que poderia ser servida até como prato principal, principalmente pelo precioso atum chileno selado no gergelim. (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Ensalada Cesar con Pollo Grillado, salada leve e equilibrada com frango sem gordura. No Poerava eles não utilizam muito molho nas saladas, deixando-as mais leves. (CL$ 11.500 – cerca de R$ 55,00 em 01/2017)

Crema de Hongos Brotes y Aceite de Trufas, este creme de cogumelos eu poderia comer todos os dias, vocês notaram como os pratos são bem finalizados e enfeitados? (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

No menu de Fondos (pratos principais) você tem a opção de acompanhar cada escolha com guarnições como batatas salteadas, vegetais frescos, arroz, purê de batatas, batatas fritas ou purê de camote (uma espécie de batata doce de cor alaranjada muito utilizada na culinária chilena). Cada acompanhamento custa CL$ 3.000, cerca de R$ 15,00 na conversão de 01/2017, pedimos um acompanhamento por prato apresentado abaixo.

Pollo Parrilla en Salsa Persillade, o frango veio bem fritinho e o molho persillade (combinação de salsinha e alho) estava divina. (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Atún Rapa Nui en Suave Salsa Picante a la Veracruzana, o atum chileno dispensa comentários ainda mais se for pescado no gelado Oceano Pacifico nas redondezas da ilha de Páscoa, mas nunca havíamos provado com salsa a la veracruzana, um molho mexicano de cozimento lento de tomates e pimentas. Muito bem executado pela cozinha do Hangaroa. (CL$ 14.200 – cerca de R$ 70,00 em 01/2017)

Lomo Vetado  en su Punto en Salsa de Camarones, o filé de lombo à milanesa foi servido no ponto certo, os camarões estavam deliciosos, acompanhados com um molho agridoce. (CL$ 15.600 – cerca de R$ 75,00 em 01/2017)

Filete de Res Grillado en Salsa de Queso Roquefort, outra delícia que derrubou nosso preconceito de quando imaginávamos que ficar em uma ilha isolada significaria comer somente peixes e frutos do mar. (CL$ 16.000 – cerca de R$ 78,00 em 01/2017)

A carta de bebidas é equilibrada e conta com aperitivos como Pisco Sour e Mango Sour, cervejas Heineken, Corona e as artesanais Mahina e Kross. Nós optamos por vinhos da Vinícola Emiliana que tem tudo a ver com a proposta do Hotel Hangaroa já que os vinhos são produzidos de forma orgânica e biodinâmica em vinhedos sustentáveis na região chilena do Valle de Casablanca.

No menu de Pastas Caseras provamos a Lasaña Boloñesa, com um delicado sabor caseiro. (CL$ 12.300 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Risoto de Hongos, assim como todos os outros pratos com cogumelos este também estava delicioso. (CL$ 12.500 – cerca de R$ 60,00 em 01/2017)

Fetucinni en Salsa de Hongos, bom já deu pra perceber que provamos todos pratos com cogumelos do cardápio do Poerava, impossível eleger o melhor. (CL$ 10.500 – cerca de R$ 50,00 em 01/2017)

As sobremesas são maravilhosas, todas muito bem apresentadas, ornadas com flores comestíveis e frutas frescas. o valor é o mesmo para qualquer “postre” pedido, CL$ 7.000, cerca de R$ 34,00 na conversão de 01/2017.

Volcán de Chocolate, uma deliciosa versão do já consagrado petit gateau, adicionado de uma generosa lasca de chocolate ao leite, aliás, estas lascas de chocolates estavam presentes em todas as sobremesas que experimentamos o que nos fez ter vontade de entrar na cozinha só para beijar todos os funcionários!

Helados Hangaroa, sorvetes artesanais de vários sabores, sempre servidos com três bolas e um lindo moai de chocolate branco.

Banana Split con Helados, os mesmos sorvetes caseiros acompanhados de bananas e frutas da estação.

Os jantares são servidos no Restaurante Kaloa e os pratos seguem o estilo do almoço, parecendo ter saído de um livro de gastronomia e não de uma cozinha de hotel. O ambiente é lindo, lembrando a arquitetura dos quartos do Hangaroa, paredes brancas, muita madeira, confortáveis poltronas com almofadas, iluminação muito bem direcionada e o melhor por do sol da Ilha de Páscoa.

Aqui o serviço de bar é amplificado, são servidos mais variedades de drinks e a carta de vinhos é maior ostentando principalmente rótulos chilenos, que são orgulhosamente descritos pela equipe.

Assim como nos almoços do Poerava os chefs do Kaloa apresentam, logo após servirem o couvert com pães quentinhos, um criativo amuse bouche para atiçar o paladar dos clientes.

No menu do Kaloa existe a seção Para Compartir, com uma seleção de delícias que podemos compartilhar antes dos pratos principais. Nossa favorita foi a Tabla de Tierra y Mar, com espetinhos de carne bovina, frangos levemente apimentados, tempura de camarões e molho agridoce. (CL$ 17.000 – cerca de R$ 83,00 em 01/2017)

Também adoramos a Tabla de Quesos, com queijos tradicionais de várias partes do Chile, torradas, presunto, nozes e morangos. (CL$ 15.300 – cerca de R$ 74,00 em 01/2017)

Todos os pratos do Kaloa estavam deliciosos, não tivemos nenhuma decepção. Entre os que mais gostamos ficou o Filete de Res, Um generoso filé de carne bovina envolto em bacon, com molho demiglace e batatas fritas rústicas com salsinha picada. (CL$ 16.700 – cerca de R$ 81,00 em 01/2017)

Assim como nos almoços nossas refeições foram regadas com vinhos Emiliana e muito suco natural.

As sobremesas do Restaurante Kaloa merecem um lugar especial nesta matéria, eles servem um prato chamado Rongo-Rongo, uma massa crocante com as escrituras ancestrais dos Rapa Nui gravadas a mão servida com sorvete de abacaxi, creme de goiaba e Po’e defumada, uma fruta da polinésia.

Destaque também para o Volcán de Chocolate que aqui é servido com sorvete caseiro de maracujá e ornado com um moai de chocolate branco e o inesquecível Leche en Sus Texturas com leche asada de limón, um aerado de leite e toques de hierba Luisa.

Todas as sobremesas do Kaloa custam CL$ 6.000 (cerca de R$ 30,00 em 01/2017) para clientes não hóspedes e para hóspedes no sistema bed and breakfast.

Os lounges, bares e restaurantes do Hangaroa Eco Village & Spa são simplesmente soberbos, além da gastronomia rica e diversificada, o atendimento merece todos os elogios. Fomos muito bem tratados durante toda a hospedagem, sentimos que estávamos entre amigos o que fez de nossa visita a Ilha de Páscoa ainda mais especial e inesquecível.

Se você deseja saber mais sobre os quartos e a estrutura do Hangaroa é só clicar neste link: comerdormirviajar.com/hangaroa-eco-village

Não perca todas nossas matérias sobre a Ilha de Páscoa neste link: comerdormirviajar.com/tag/ilha-de-pascoa

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos sobre a Ilha de Páscoa basta buscar pela tag #CDVTripIlhaDePascoa

Hangaroa Eco Village & Spa
Av Pont S/N
Región de Valparaíso
Isla de Pascua – Easter Island – Chile
+56 2 2957 0141
www.hangaroa.cl

Mais uma descoberta mística e especial em nosso álbum Mãos Pelo Mundo.

Comentários pelo Facebook

728x90

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Para falar a verdade só estava esperando vcs irem lá,para saber se valia a pena…e pelo que vi é ótimo! obrigada pela dica!:o)

  2. Oi gente! Estou acompanhando o blog há um tempo, fico muito empolgada com a experiência que vocês tiveram, vários posts me motivaram grandemente a encarar viagens que antes só estavam no papel ou na cabeça.

  3. Gosto muito de viajar, mas percebo que necessito me aprimorar e as dicas que encontro no Comer. Dormir. Viajar. são muito úteis! Valeu, obrigada.

  4. oi, gosto do seu trabalho, estou programando minha viagem para daqui uns dias, esta matéria me ajudou :D.

  5. já fiz muitas viagens, e tive muitos bons momentos graças ao que eu li no Comer Dormir Viajar, muito obrigado, continuem assim

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here