Visitar a Monteviejo Winery é fazer uma incursão aos vinhedos mais altos do mundo, na região vitivinícola do Valle de Uco aos pés da Cordilheira dos Andes.

Mendoza é uma cidade cheia de charme, um sonho para os apaixonados pelo vinho e um refúgio para os argentinos que buscam os prazeres da boa gastronomia. São mais de 420 vinícolas em um raio de 50 quilômetros e vinhedos produzindo as melhores Malbec do mundo.

Hoje vamos mostrar para você como foi nosso tour pela Monteviejo, uma das vinícolas pertencentes ao projeto Clos de los Siete, que conta ainda com a Bodega Rolland, Bodega Diamandes e a Cuvelier los Andes no mesmo terroir.

O tour começa pela área externa onde podemos conhecer um pouco dos vinhedos e temos uma visão completa da propriedade de três andares que foi idealizada por uma das mulheres mais influentes no mundo do vinho, Catherine Péré-Vergé, falecida em 2013.

A Monteviejo é hoje comandada por Marcello Pelleriti, um dos enólogos mais talentosos da Argentina e responsável por vinhos de alta pontuação nos veículos especializados mais importantes do mundo.

O prédio é super bonito por fora e totalmente funcional na área interna, onde funciona um grande museu moderno detentor de prêmios importantes como o Great Wine Capitals Arts and Culture Award.

O passeio é feito pelos corredores repletos de instalações e experimentações que nos envolvem em todos os sentidos, fomos surpreendidos com escritos, pinturas, esculturas, vídeos e sons.

Foi incrível poder mergulhar nas obras da exposição Plus + Arte Wine Rock – Dark, Dark Continent e admirar artistas como Homero Pereyra, Sandra Barrozo e Meli Nafissi Christiansen.

O sistema de turismo adotado pela Monteviejo faz com que a produção tenha o mínimo de interferência possível, os turistas circulam por corredores ao redor do prédio e a fábrica fica na parte interior da estrutura permitindo que os enólogos e colaboradores se concentrem somente na elaboração dos vinhos.

A linha de produção utiliza a gravidade para processar as uvas pelas diversas fases de elaboração, evitando assim o uso de bombas e gerando uma capacidade produtiva de 1,5 milhões de garrafas por ano.

Um detalhe que faz muita diferença no resultado final dos vinhos é a forma de colheita, os trabalhadores recebem por dia e não por caixa de uvas, como é comum nas vinícolas de Mendoza, desta forma é possível uma seleção mais criteriosa das uvas diretamente no campo.

No topo da construção com 8.500 m² encontra-se o terraço e a vista para os 130 hectares de uma das paisagens vitivinícolas mais encantadoras no mundo. Neste momento é possível vislumbrar toda a grandiosidade da Clos de los Siete.

Junto ao terraço encontra-se o Espaço Monteviejo Winery, um wine bar e loja de vinhos. Aqui pode-se comprar as garrafas que ficam entre AR$ 195,00 (cerca de R$ 40,00 em 05/2017) e AR$ 550,00 (cerca de R$ 115,00), ótimos preços se compararmos com os mesmos rótulos à venda no Brasil.

Seguimos para a degustação onde experimentamos o Petite Fleur Torrontes, com aroma floral, acidez balanceada e final persistente, medalha de prata no Decanter World Wine Awards de 2016.

O próximo vinho foi o Petite Fleur Blend, com evidentes notas olfativas dos minerais da região, violeta e taninos maduros, um vinho muito fácil de agradar, principalmente devido ao seu final frutado.

Por último o Linda Flor Blend, um corte de Malbec e Syrah com muita personalidade, vermelho brilhante intenso, complexos aromas de ameixa, pimenta preta e noz moscada, final longo e suave na boca. Vinho com excelente relação custo-benefício, AR$ 550,00 na loja local. (cerca de R$ 115,00 em 05/2017)

Depois de passear por lindas obras de arte, degustar ótimos vinhos e se perder em devaneios na maravilhosa vista panorâmica do Valle de Uco e da Cordilheira dos Andes é hora de voltar à Mendoza, mas antes disto admire a Reverencia, uma escultura permanente que faz parte da propriedade desde 2015.

Dica final: Todos os verões a vinícola sedia um grande evento chamado Monteviejo Wine Rock, organizado pelo próprio Marcello, com apresentações de artistas e músicos de toda a Argentina e que já se consagrou como um dos eventos culturais mais populares de Mendoza.

Nosso tour pela vinícola Monteviejo foi uma experiência sensorial e artística, um passeio único e deslumbrante que se tornou ainda mais vibrante com a degustação dos vinhos produzidos com muito carinho e dedicação. Um passeio que recomendamos a todos que desejam uma imersão no Valle de Uco.

Não perca todas nossas matérias sobre a região neste link: comerdormirviajar.com/tag/mendoza

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos nesta viagem basta buscar pela tag #CDVTripMendoza

Monteviejo Winery
Clodomoiro Silva s/n
Vista Flores – Valle de Uco
Mendoza – Argentina
+54 262 242 2209
monteviejo.com.ar

Mais uma viagem incrível em nosso álbum: Mãos Pelo Mundo.

Comentários pelo Facebook

728x90

18 COMENTÁRIOS

  1. Cada vez que volto ao blog Comer. Dormir. Viajar. encontro um lugar legal, continuem nos mostrando tudo que há de bom neste mundão de Deus

  2. Que show Fábio! Confesso que ainda não visitei uma vinícola, mas a cada post que vejo sobre, minha vontade aumenta imensamente. Ainda mais quando se trata de um lugar tão incrível como este que você nos mostra!

  3. cada vez que vejo um post de Mendonza me pergunto porque ainda não fui a esse lugar. Obrigada por me relembrar! Mendonza tem alguns dos vinhos qu mais amo, irei atrás deles em breve! Parabéns pelo relato, adorei!

  4. Oi Fábio, obrigada pela atenção em responder todas minhas dúvidas e pelas dicas. Ainda estou aqui pelo blog me deliciando com suas experiências e anotando tudo.

  5. Esbarrei no seu blog sem-querer-querendo por uma das minhas andanças nesse mundão virtual, e vou te contar: ADOREI!

  6. Nossa que lugar incrível, e esse terraço? Uma degustação com essa vista com certeza é mais prazerosa! Que delícia de passeio. Nunca fui para Mendoza, mas tenho mta vontade e com certeza quando for passarei pela Monteviejo.

  7. Nossa que matéria sensacional! Eu já visitei Mendoza, mas acredito que na oportunidade que tive não consegui aproveitar para fazer um tour pelas vinícolas. Creio que devo voltar na cia de alguém especial para fazer umas degustações como essa que vc relatou. Belíssimas fotos! Parabéns 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here