Você gostaria de ficar cara a cara com o esqueleto do maior dinossauro já encontrado no Mundo? Então o Museo Carmen Funes em Plaza Huincul é um lugar que você precisa conhecer!

Você já deve ter notado pelas frequentes postagens sobre a Argentina que os nossos hermanos tem destinos para todas as categorias de viajantes. Já mostramos onde degustar vinhos excepcionais, contemplar a natureza, curtir a neve, viver o agito da vida noturna e até mesmo assistir uma tourada sem violência com os animais. Mas até agora nunca havíamos citado que o país é um destino indispensável para os amantes de história natural.

Já foi comprovado que a principal riqueza da estepe patagônica está enterrada bem abaixo de sua superfície árida. A exploração de petróleo cresce em um ritmo acelerado e a herança paleontológica surpreende o mundo científico com espécimes inéditos entre outros tesouros.

Um dos maiores e mais respeitados expoentes deste cenário é a instituição Museo Carmen Funes em Plaza Huincul, que constantemente surpreende o mundo com a investigação e difusão de importantes achados paleontológicos desde sua fundação em 1984.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira das 9:00 às 19:00, nos sábados, domingos e feriados das 10:30 às 20:30. O ingresso é super barato, AR$ 10,00 por pessoa (cerca de R$ 2,00) e menores de 10 anos não pagam. – Dados obtidos em 09/2017 – Verifique horários e valores próximo à data de sua viagem – 

A província de Neuquén é reconhecida no mundo todo como “o vale dos dinossauros” devido a sua importância paleontológica. Foi nos idos de 1883, na cidade de Plottier, que descobriram o primeiro dinossauro da América do Sul. Hoje em dia as instituições argentinas contam com a colaboração de vários países para resgatar o maior número possível de vertebrados continentais e invertebrados marinhos.

Rodolfo Coria é o paleontólogo, fundador e diretor do museu. Ele é quem dirige a grande equipe de profissionais que mantém o Carmen Funes atualizado, ajudam na obtenção e reconstrução dos espécimes além de guiar todos os visitantes que chegam ao museu.

As estrelas mais importantes do complexo são o Argentinosaurus Huinculensis e o Giganotosaurus Carolinii, dois dos maiores dinossauros descobertos no mundo até agora.

O Argentinosaurus é um espécime herbívoro que foi encontrado cerca de 8 Km de distância do museu, por ser no município de Plaza Huincul ele ganhou o sobrenome de “Huinculensis”.

Com cerca de 35 metros de comprimento e 100 toneladas de peso, as pegadas deste gigante saurópodo tinham mais de um metro de diâmetro nas patas dianteiras e um metro e meio nas patas traseiras. 

Giganotosaurus em exposição foi um carnívoro de grande porte parecido com o Tiranossauro Rex, porém bem maior. Este espécime em exposição media cerca de 12,5 metros e calcula-se que tenha vivido há mais de 100 milhões de anos.

Além do patrimônio científico o Museo Carmen Funes também tem uma área de arqueologia, antropologia e história local. Aqui observamos outros espécimes encontrados em Neuquén como plantas fósseis, uma réplica do Caypullisaurus Bonapartei, que é o ictiossauro mais completo da América do Sul, cópias e desenhos de amostras paleontológicas originárias da Patagônia norte.

A maioria dos itens expostos são réplicas perfeitas dos originais que geralmente estão sendo estudados na Argentina e em outros países. Outros tantos fósseis são verdadeiros e servem como comparativo para os visitantes.

Áreas recreativas também são disponibilizadas para que possamos ter a experiência em sermos “arqueólogos por um dia”.

Aproveite sua visita e conheça as padarias e as parrillas que estão por toda parte nesta região, temos certeza de que você vai adorar.

A cidade é pequena e não tem tantos atrativos que justifiquem a hospedagem por um longo período, então provavelmente você visitará o museu quando estiver de passagem por esta região.

Nossa dica é para que você não perca a oportunidade de conhecer O Cristo de Cutral-Có que fica na Ruta 22, muito próximo ao Museo Carmen Funes. Esta estátua com 17 metros de altura e 60 toneladas brinda um momento de paz e reflexão para quem cruza a rodovia e rende ótimas fotos.

Estando na província de Neuquén é fundamental uma visita ao Museo Carmen Funes. Vamos citar os principais motivos: Você não vai precisar se deslocar das “rutas” principais, o tour vai levar menos de 50 minutos e, estar diante do esqueleto do maior dinossauro do mundo é uma experiência singular na vida de qualquer ser humano.

Visitamos Neuquén durante o evento Enbiga 2017. Não perca nada desta aventura, atualizamos constantemente novas matérias neste link: comerdormirviajar.com/tag/enbiga

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos durante esta viagem basta buscar pela tag #CDVTripEnbiga2017

Museo Carmen Funes
Ruta Nacional 22 e Ruta 17
Cutral-Có – Plaza Huincul
Neuquén – Argentina
+54 299 496 5486

Comentários pelo Facebook
728x90

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here