A Paraíso Eco Lodge é um daqueles lugares que despertam amor à primeira vista e encantam com o passar dos dias através da natureza que se expressa em cores e sons, confira em detalhes tudo o que vivemos por lá:

Imaginar que alguém conseguiu criar um empreendimento tão impressionante e completo no meio de 17 milhões de metros quadrados de mata Atlântica preservada é no mínimo uma inspiradora aula de empreendedorismo.

Começamos nossa avaliação falando que esta não é uma “pousada comum”, muito menos um “hotel 5 estrelas”, este é um recanto na mata que privilegia a tranquilidade, a discrição, a contemplação de obras de arte e belezas da natureza com acesso super restrito à telefones celulares e internet, portanto, dispa-se de todas as “superficialidades e frescuras do dia a dia” e prepare-se para passar um período de paz e autoconhecimento em uma das hospedagens mais interessantes do Brasil.

Para chegar neste paraíso secreto é preciso percorrer cerca de 270 km partindo da cidade de São Paulo ou então 249 km de Curitiba rumo ao município de Ribeirão Grande.

No momento em que você chegar em Ribeirão Grande aproveite os últimos momentos de bom sinal telefônico para ligar para a pousada e comunicar sua localização, assim o pessoal consegue se organizar e tudo ficará prontinho para te receber. A Paraíso Eco Lodge fica 18km distante do centro da cidade.

Você pode salvar o caminho no app atualizado do Google Maps e fazer o download dos mapas para acesso offline facilitando assim seu deslocamento por áreas sem internet móvel. O trajeto no mapa abaixo leva no mínimo 4 horas saindo do centro de São Paulo. Programe-se para chegar com o dia ainda claro (até as 17:00) pois o caminho até a fazenda tem grandes trechos de estrada de chão, estradas cascalhadas e lindas vistas que complementam a experiência.

Para evitar acidentes na reserva, degradação das vias e barulho para hóspedes somente os veículos da própria pousada circulam no interior da propriedade, os visitantes deixam seus carros em um estacionamento que fica cerca de 1,5km da sede, o local é bem sinalizado e super seguro. Nesta área terá uma van de apoio que te levará por um trecho com estradas estreitas até a área de check-in.

De longe já é possível avistar o imponente prédio Brasil, um espaço criteriosamente planejado com mais de 700 m² que serve de sede do complexo, se dividindo entre a recepção, restaurante, sacadas mirantes e salão de jogos, tudo em meio a diversas obras de arte.

A pousada fica aberta para receber hóspedes de quarta à domingo (com exceção de feriados onde o período pode ser maior) e todas as reservas incluem café da manhã, tour pelas dependências do lodge e visita dirigida ao museu de arte primitiva. O tarifário pode ser verificado no site oficial através deste link: brasilparaiso.com/tarifas

Se você reservar no Booking pelo link abaixo encontrará grandes ofertas e ainda nos ajudará a manter o blog: booking.com/hotel/br/paraiso-eco-lodge

Somente o café da manhã está incluído na tarifa base, portanto recomendamos muito que você opte pela pensão completa, de outra forma terá que dirigir diariamente cerca de 20 km até a cidade para almoçar e jantar, o que definitivamente não vale a pena considerando a ótima gastronomia brasileira que encontramos no Paraíso Eco Lodge e a baixa oferta de bons restaurantes de Ribeirão Grande.

Escrevemos um post inteiramente dedicado a cozinha da Tati e do chef Julio Cesar, fique ligado que irá ao ar nos próximos dias.

O prédio Brasil encanta pela presença de obras de arte como as muitas (e grandes) esculturas do Bruno Giorgi, artista de obras icônicas como o Monumento à Juventude Brasileira exposta no Palácio da Cultura – Rio de Janeiro e Os Guerreiros da Praça dos Três Poderes em Brasília.

A sensação de poder circular livremente entre esculturas de Alfredo Ceschiatti como “Guanabara”, “Contorcionista com Argola” e “As Três Graças” é indescritível e fez da nossa chegada uma experiência à parte, não dava pra acreditar que durante alguns dias faríamos refeições e passaríamos algum tempo entre estas maravilhas do ritmo, movimento, linhas curvas e formas angulares.

Como já deu pra perceber a pousada ecológica oferece instalações de uso comum requintadas, de extremo bom gosto e perfeitamente integradas à natureza. A proposta dos proprietários é justamente preservar o meio ambiente, a arte e a cultura, além de oferecer aos visitantes uma oportunidade de curtir em casal ou em família um tempo de contemplação que hoje é praticamente inexistente no dia a dia das grandes cidades.

A área externa traz um heliporto com o logo da pousada além de diversos espaços alternativos ideais para práticas de meditação e yoga, como um “Aum” (grafia do mantra OM) em madeira junto a um Buda de bronze.

O atendimento da Paraíso é super exclusivo e feito por funcionários extremamente simpáticos, como a pousada tem somente 10 bangalôs e 5 chalés temáticos a quantidade de hóspedes é reduzida e a atenção dos colaboradores ampliada.

A hospedagem é dividida por continentes: América, Ásia e África, cada qual com decoração única e peças de arte originais dos 3 Continentes, tudo para que os hóspedes possam viajar pela arquitetura e costumes de lugares paradisíacos como África, Andes, Sierra Madre, Rochosas, Apalaches, Ushuaia, China, Bali, Índia, Japão e Tailândia.

Permanecemos na propriedade por 4 diárias, entre quarta e domingo, hospedados no Módulo Ásia. A exuberância da natureza e toda a privacidade que os bangalôs oferecem tornam este módulo perfeito para casais em busca de um recanto de romantismo e tranquilidade. As boas vindas são dadas pelos peixes do lago.

Atravessamos a réplica fiel de um portal de um templo balinês, acessamos o deck de madeira que se estende pela margem do romântico Lago Mel e encontramos muitas aves, aliás, o birdwatching é uma prática muito comum na Paraíso Eco Lodge que faz parte do chamado Continuum de Paranapiacaba.

Na propriedade já foram contabilizadas mais de 400 espécies de pássaros muitas delas endêmicas e algumas ameaçadas de extinção. Os amantes da prática afirmam que “passarinhar” na Paraíso é um espetáculo único no mundo.

Entre os bangalôs, as árvores e o imenso lago encontramos muitas esculturas inspirando quem busca paz, bem estar físico e espiritual. Figuras como a estátua de Buda feita em bronze e com 1,65 metro de altura importada da Índia nos dão a informação imediata de que ali o tempo é outro, deixe a natureza te abraçar e desfrute da festa organizada pelos pássaros.

Como você pode ver pelas fotos abaixo os quartos do Módulo Ásia ficam literalmente no meio da floresta sendo bem difícil de avistar ao longe, são cinco opções tematizadas: Bali, China, Japão, Tailândia e o quarto que ficamos, com a decoração inspirada na Índia.

O contato com a natureza é intenso e os bangalôs são exóticos, com luz bem baixa a noite para não afetar a vida natural do entorno. Hospedar-se aqui é uma experiência altamente indicada para quem quer entrar em contato com a natureza e renovar as energias.

O bangalô é grande, são cerca de 100 m² repletos de obras de arte que nos fizeram mergulhar na cultura indiana, durante estes dias nos sentimos tão imersos que já estávamos utilizando o Namastê como principal cumprimento!

Lógico que estando em um ambiente tão úmido e integrado à natureza não poderíamos exigir quartos impecáveis como o que encontramos em hospedagens 5 estrelas em grandes cidades.

Apesar do cuidado extremo de todos os funcionários existe um cheiro de madeira no ar – amenizado com anti odores utilizados diariamente pela equipe de limpeza- e uma ou outra infiltração, inclusive é comum encontrar um pouco de mofo nos cantos, principalmente nas épocas mais frias e chuvosas.

Vimos muitos insetos e aranhas na propriedade (algumas espécies que nunca havíamos encontrado antes), mas nenhum dentro do quarto, por via das dúvidas não deixamos as portas e janelas abertas por longos períodos e utilizamos repelente à noite e nos passeios.

Para nós estes detalhes deram um brilho especial e deixaram mais autêntica a experiência no Paraíso Eco Lodge, afinal de contas seria totalmente chato e irresponsável irmos para o meio da mata e ficarmos dentro de uma caixa de concreto climatizada.

As peças e móveis que compõe a decoração do quarto Índia são impressionantes, é incalculável o valor destas raridades (algumas únicas no mundo), cada dia encontrávamos novos detalhes e entalhes.

Os bangalôs foram construídos privilegiando a iluminação natural e ventilação proveniente da floresta e do lago, formando uma espécie de “ar condicionado natural” que mantém a temperatura sempre amena.

As noites foram confortáveis e bem aquecidas, além do enxoval estar de acordo com a estação, os lençóis da cama são elétricos e com temperatura ajustável em cada um dos lados. Os desumidificadores gigantes ajudam bastante no inverno.

O visual do lago e da mata através da parede de vidro é hipnótico. Uma TV de 32″ com todos os canais da Sky liberados, inclusive os HDs e opção de gravar os programas se tornaram apenas objetos supérfluos diante de tantos atrativos naturais.

O bem estar proporcionado por ficarmos sem conexão com internet e sem telefone celular por alguns dias fez com que melhorássemos os laços de nosso relacionamento. Ir dormir com o barulho dos sapinhos coaxando e acordar com a música dos pássaros (e somente eles) é o maior mimo que poderíamos receber nesta pousada de charme.

É encantador garimpar os tesouros das peças decorativas deste quarto. A riqueza e o cuidado na curadoria dos itens e a forma com que tudo foi posicionado é o que chamamos de experiência de luxo.

Tomar um chá ao final da tarde em uma mesa com banquetas entalhadas à mão na Índia é só uma das possibilidades que nos deixaram divididos todos os dias entre desbravar a natureza da pousada ou ficar aproveitando o quarto.

O banheiro é de bom tamanho, com hidromassagem e vista para floresta. Os amenities Nativa Spa da O Boticário são de ótima qualidade e foram renovados diariamente.

A temperatura dos chuveiros oscila um pouco e demora cerca de 2 a 4 minutos para aquecer completamente (isto acontece devido ao sistema utilizado, menos invasivo ao entorno), só incomodou no primeiro dia, depois que aprendemos o funcionamento da ducha os banhos foram super relaxantes. Pantufas confortáveis ficam disponíveis para o casal, sentimos falta apenas da disponibilidade de roupões.

A pousada dispõe também de um amplo espaço para diversão em família, o prédio que fica a alguns metros da sede tem brinquedoteca, pula pula e uma área para assistir filmes com poltronas confortáveis.

Um dos espaços mais legais do complexo é o Museu Etnológico, a construção inspirada nas Ocas indígenas é repleta de itens religiosos, artesanatos tradicionais e esculturas em madeira.

Todos os hóspedes podem agendar gratuitamente uma visita guiada a este museu. O passeio é indispensável e enriquecedor. Nosso guia foi o Jackson Delphino, um apaixonado pelo lugar e grande conhecedor dos detalhes de cada obra exposta.

Descobrimos itens incríveis como arte plumária indígena amazônica (só comparável ao que foi exposto na “Exposição Brasil 500 anos”), capacetes e máscaras africanas, além de portais e tambores do sudeste asiático, tudo em perfeita harmonia com o ambiente do museu.

Outro benefício que está incluído na diária é um tour guiado pelas dependências do Paraíso Eco Lodge. Marcamos com antecedência para fazer este passeio na quarta-feira (nosso primeiro dia de hospedagem) desta forma encontramos muitos quartos desocupados e tivemos uma maior noção das diferenças e particularidades do empreendimento.

Começamos pelo Módulo Ásia, este é o espaço mais distante do prédio Brasil, portanto prepare-se para caminhar cerca de 5 minutos para fazer as refeições. Os bangalôs foram feitos sob medida para casais apaixonados, o maior diferencial é a discrição e a privacidade.

O quarto Tailândia tem uma grande varanda e vista privilegiada do lago Mel, são 110 m², hidromassagem dupla, móveis em Teka com entalhes em flores e muitas obras de artes.

O bangalô Japão é o mais autêntico deste módulo, a cama baixa no cetro do quarto, mobília discreta, decoração que veio diretamente do país e os tatames confeccionados com palha de arroz trançada fazem deste ambiente o ideal para que o casal literalmente viaje para a “Terra do Sol Nascente”.

O quarto China é o mais sensual. Escondido em meio a mata e com luz super baixa o romantismo se faz presente em cada detalhe. Ficamos totalmente encantados com os itens em madrepérola e laca além dos lustres que compõem o ambiente.

O Módulo África tem a localização mais prática, bem próximo ao restaurante, ideal para casais e famílias com filhos. A natureza toma conta deste espaço que tem um portal e leões de bronze dando as boas vindas aos visitantes.

São cinco cabanas que lembram charmosas casas de árvores nomeadas de Bambara, Dan, Dogon, Massay e Yoruba, como os nomes são um pouco difíceis de memorizar os hóspedes geralmente chamam os quartos pelo nome do animal que compõe a decoração: Zebra, Girafa, Leão, Rinoceronte e Elefante.

A arquitetura das Cabanas Africanas chama bastante a atenção, são arredondadas e foram inspiradas em um molúsculo marinho chamado Náutilus que possui uma concha em espiral.

Os ambientes internos são bem confortáveis e acolhedores, trazem estampadas nas paredes paisagens do parque de Serengeti na Tanzânia. Além dos detalhes da decoração com peças e artefatos tribais e dos alegres enxovais as cabanas tem varandas com redes, ideais para descanso e para observação de pássaros.

O Módulo América foi concebido para abrigar famílias e grupos de amigos e tem duas ou três suítes com capacidades para até 9 pessoas.

As opções de decoração dos chalés (que lembram as casas de montanha do Canadá) são inspiradas em: Andes, Sierra Madre, Rochosas, Apalaches, Ushuaia.

Os chalés não deixam nada a desejar se compararmos aos quartos dos outros módulos, as decorações são esmeradas e trazem coleções de peças artesanais de cada um dos locais que o batizam. Mais uma vez pudemos encontrar valiosos itens artísticos espalhados nas habitações.

Dormir com o friozinho gostoso que só um ambiente no meio da mata oferece, tomando um vinho na sacada de um destes chalés com a lua brilhando e o céu completamente estrelado só se equivale a acordar com o barulho dos pássaros cantando próximos a janela do seu quarto.

Como era de se esperar de um integrante do Roteiros de Charme a sustentabilidade está presente em diversos setores da Paraíso Eco Lodge como coleta seletiva, utilização do lixo orgânico como adubo, tratamento de esgoto e as lareiras dos apartamentos têm velas no lugar de lenha para reduzir a emissão de gás carbônico.

Uma opção bastante interessante para eventos e reuniões é o Paraíso Arte Hotel, o prédio com 23 quartos fica próximo ao estacionamento da fazenda e conta com auditório para 120 pessoas e sala de reuniões com capacidade para até 50 pessoas. Tudo emoldurado por uma linda vista da floresta.

O nome Paraíso Eco Lodge é completamente justificado e pertinente. Nossa passagem por esta pousada foi uma experiência única e inesquecível, aprendemos muito sobre a natureza brasileira, história e cultura, fomos literalmente abraçados pela equipe simpática e prestativa e desfrutamos de momentos ímpares de romantismo em nosso exótico bangalô indiano.

Esta não é uma hospedagem tradicional do roteiros de charme é uma experiência íntima e totalmente ligada ao entorno natural, é uma forma de se reencontrar como pessoa e como casal. É uma experiência que deve ser vivida.

Dica final: Antes de agendar verifique sempre as ofertas disponíveis neste link: brasilparaiso.com/ofertas

Você gostará de ler também:

Paraíso Eco Lodge – Gastronomia Típica Rural em Ribeirão Grande

Paraíso Eco Lodge, Aventura e diversão em Ribeirão Grande

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos nesta viagem basta buscar pela tag #CDVTripParaiso

Paraíso Eco Lodge
Estrada Municipal 250 – Zona Rural
Ribeirão Grande – SP – Brasil
+55 15 3542 4525 / 11 98613 1313
brasilparaiso.com

Comentários pelo Facebook
728x90

20 COMENTÁRIOS

  1. Um lugar que reúne arte e bela decoração, cuidadosa com todos os detalhes, além de boa gastronomia, inserido em meio a natureza, só pode mesmo nos encantar! Infiltração, aranhas… tudo isso no dá a certeza de realidade, de estarmos de fato mergulhados na natureza, mas com conforto. Casamento ótimo!

    Não sei se gostei mais do modelo Asia ou Africa. Acho que teria que experimentar os dois. 🙂

  2. Bolas… como este post me fez sonhar…. Esse Eco Lodge é mesmo o PARAÍSO!! Sem dúvida, um sonho de lugar. Daqueles que justificam todos os sacrifícios para depois sermos felizes… Obrigado pela excelente partilha!

  3. Caramba, não acredito que nunca tinha ouvido falar desse lugar e “perdi” a oportunidade de conhecer enquanto ainda morava no Brasil. Parece ser realmente impressionante, ainda mais para mim que AMO natureza e ecoturismo. Vou anotar essa dica para quando estiver de volta férias por aí…

  4. Excelente post! Ainda não tivemos oportunidade de visitar esse lugar mas definitivamente vai ser algo a incluir no nosso próximo roteiro 🙂

  5. O lugar já é a definição de paraíso. Com um hotel assim, a experiência vai pra outro nível. No mínimo, dá pra dizer que foi tudo espetacular! Lindo lugar, ambientes precisamente decorados, ótimos e amplos espaços, e a vista linda da região! Como não sonhar em me hospedar ai um dia?

  6. Não sei nem o que te dizer e como te agradecer por compartilhar essa dica tão especial! Já vou agora mesmo mandar esse post para os meus amigos de SP e falar para eles não perderem a oportunidade de visitar esse lugar. Acompanhei a viagem de vcs pelo Instagram e achei maravilhosa! Torço para que essa ideia de “eco lodges” se espalhe por todo o Brasil, e que mais pessoas tenham a oportunidade de vivenciar esse contato com a natureza sem abrir mão do conforto. Ah, parabéns pelas fotos, estão belíssimas!

  7. Ótima dica! Parabéns pelo relato super completo e as belas fotos. Muito bom descobrir lugares tão bacanas e muito mais próximos do que imaginamos. Abs

  8. Que lugar incrível. Amo passar alguns dias em um lugar assim no meio da natureza e me apaixonei por esse hotel lendo teu post e vendo as fotos. Arquitetura belíssima e mto interessante essa divisão por áreas que lembram outros países. Post detalhadíssimo e fotos lindíssimas!

  9. lendo sobre lugares assim vejo que nao conhecemos nada do nosso país. E tao pertinho de casa… parabens pela dica!

  10. Uau, que experiência fascinante! Com certeza vou experimentar, muito obrigado pelas dicas comerdormirviajar!

  11. oi, gosto do seu trabalho, estou programando minha viagem para daqui uns dias, esta matéria me ajudou :D.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here