O Restaurante Colina Verde é motivo suficiente para visitar Nova Petrópolis. O atendimento simpático da família Schwantes e o rodízio de comida caseira alemã justificam os diversos prêmios de reconhecimento como o melhor da cidade.

Aos poucos os turistas vão descobrindo que a Serra Gaúcha é muito mais do que Gramado, Canela e Vale dos Vinhedos. Todos que vem de Porto Alegre pela Rota Romântica na BR 116 passam por Nova Petrópolis, uma cidade super simpática com diversas construções germânicas em estilo enxaimel, infelizmente nem todo mundo dedica um tempo para visitar este município e conhecer suas belezas.

A localização do premiado restaurante Colina Verde é estratégica, quem está seguindo no sentido Porto Alegre – Gramado basta pegar a esquerda na primeira rótula de Nova Petrópolis, não tem erro, tudo é bem sinalizado e outdoors indicam o caminho.

O restaurante fica em meio a natureza no alto de uma colina, o estacionamento é amplo e gratuito. Reserve com antecedência, chegue cedo ou esteja consciente de que terá que esperar por um lugar já que as filas são frequentes.

As influências dos alemães na gastronomia das cidades mais turísticas no sul do Brasil podem ser facilmente encontradas em alguns itens no menu de cafés e almoços coloniais, mas são raros os que servem os pratos autênticos e que tenha a cozinha germânica como tema principal, por isto falamos que o Colina Verde é um ponto turístico em Nova Petrópolis, um lugar onde encontramos cultura e amor em cada cantinho.

O restaurante abre somente para o almoço, de terça à domingo e feriados das 11:30 às 15:00, o ambiente é super caseiro, com muitas janelas para contemplar a paisagem, música tradicional alemã tocando em som ambiente e o charme da casa da vovó.

O cardápio é inspirado na tradição alemã do Kerb, uma celebração especial no aniversário das igrejas das pequenas comunidades rurais.

Os kerbs duram cerca de três dias e a comunidade recebe os visitantes com seus melhores pratos e é assim que funciona o serviço do Colina Verde, um rodízio com o que há de melhor na culinária alemã com uma pitadinha de fusão com as comidinhas italianas e gaúchas. O preço é fixo: Adultos R$ 65,00, crianças até 10 anos R$ 33,00 e o restaurante não cobra taxa de serviço. (Valores em 05/2017) 

Logo que nos acomodamos e permitimos o início do banquete uma cesta de pães de batata quentinhos foi colocada na mesa, imagine os mais deliciosos pães caseiros, casquinha crocante por fora e miolo cremoso por dentro, agora mergulhe estes pãezinhos em uma sopa de capeletti feita na hora e sinta toda a alegria de estar neste paraíso.

As atendentes trabalham vestidas a caráter, com trajes típicos da Alemanha e um lindo sorriso estampado no rosto. O serviço é rápido, simpático e o pessoal sabe tudo sobre o que é servido.

É lindo de ver chegando à mesa a Kartoffelnsalat (salada de batatas) e a salada mista com produtos frescos, nesta hora basta relaxar porque o festival gastronômico está só começando.

Novos itens vão sendo colocados na mesa a todo momento e a gente fica sem saber por onde começar. Tenho certeza que você leitor tem suas preferências, mas recomendo fortemente que não saia do Colina Verde sem experimentar o Eisbein, que é joelho de porco, Rinderrouladen, matambre enrolado, Frikadellen, almôndegas ao forno e o Knödel, nhoques recheados com queijo e bacon, estes pratos são simplesmente sensacionais.

Como se não bastassem as cerca de 20 especialidades que o pessoal coloca à mesa, ainda circulam pelo restaurante mais dois pratos, o Rotkohl, uma receita agridoce com repolho roxo e a Apfelpfannkuchen, panqueca de maçã.

Em pouco tempo a mesa já não tem mais espaço para nada. O mais incrível é que tudo lá é preparado à perfeição, a qualidade dos pratos servidos é proporcional à quantidade.

Para acompanhar isto tudo só mesmo uma boa cerveja alemã. A carta é variada e os preços são justos, optamos pela icônica König Ludwig Weissbier Hell, uma cerveja importada da Alemanha, de coloração dourada, eleita a melhor cerveja de trigo do mundo em 2008 no WBA – World Beer Award.

Cada prato servido no Colina Verde tem uma história, isto acontece também com as cervejas disponíveis na casa, a König Ludwig, por exemplo, é uma linha de cervejas da família real Wittelsbach, que governou a Baviera de 1180 até a I Guerra Mundial.

Em 1976 o príncipe da Baviera Luitpold Prinz von Bayern assumiu a cervejaria e permanece no controle da produção até hoje e em 2013 durante sua passagem pelo brasil o príncipe fez uma refeição no restaurante Colina Verde.

Os vinhos também estão presentes no restaurante, afinal de contas estamos na Serra Gaúcha! Espumantes, chopp artesanal e digestivos completam a lista. A seleção das bebidas é muito fácil, os menus são ilustrados e informam vários dados sobre cada item. (Valores em 05/2017)

Várias sobremesas caseiras são servidas ao final da refeição e já estão incluídas no valor do rodízio. Sempre figuram os famosos sagu com creme e pudim de leite entre outras especialidade da casa.

O Apfelstrudel é o único item que, se pedido, é cobrado à parte, trata-se de uma famosa torta de maçã servida com nata batida (ou sorvete de creme se o cliente preferir). Vale muito à pena provar! – R$ 12,00 em 05/2017 –

É muito fácil encontrar o sorridente Sr. Ido Schwantes no bar da recepção, o patriarca da família fundou o Colina Verde em 1980 junto da esposa Marlene (esta mais difícil de visualizar já que fica gerenciando a cozinha todo o dia), aproveite para ouvir uma de suas histórias enquanto aprecia os diversos prêmios ganhos pelo restaurante assim como as fotos de celebridades que passaram por lá ao longo destes anos.

Antes de deixar o restaurante a dica é apreciar a linda vista da serra e da cidade de Nova Petrópolis, vários banquinhos de madeira ficam disponíveis ao redor do Colina e o espaço rende ótimas selfies e fotos de família.

Nossa experiência no Restaurante Colina Verde foi autêntica e agradável, excelente relação custo-benefício, atendimento personalizado e gastronomia diferenciada do que geralmente é oferecido na Serra Gaúcha, este é um lugar para se retornar a cada visita à Nova Petrópolis.

Não perca todas nossas matérias sobre a região neste link: comerdormirviajar.com/tag/serra-gaucha

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos nesta viagem basta buscar pela tag #CDVTripGramado2017

Restaurante Colina Verde
Rua Felippe Michaelsen, 160​
Vila Olinda
Acesso pela BR 116 Km 185,5
(3 km do centro da cidade)
Nova Petrópolis – RS – Brasil
+55 54 3281 1388
restaurantecolinaverde.com

Mais uma experiência deliciosa em nosso álbum: Mãos Pelo Mundo.

Comentários pelo Facebook
728x90

8 COMENTÁRIOS

  1. Eu já estive aí, adorei, a matéria está fazendo juz à esta linda experiência.

  2. Gostaria de parabenizá-lo achei ótimo a iniciativa deste site! Para o turista é excelente.

  3. Adorei esse blog emocionante!Vc viaja pelo mundo mesmo? Quero ser como vc!Amo viajar e quero conhecer gramado… as suas dicas foram muito uteis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here