O Tour do Vinho em Toconao nos mostra como o engenhoso povo do Deserto do Atacama consegue produzir a bebida com o mínimo de água e o máximo de vontade, além disso, no Salar de Atacama presenciamos um dos mais lindos pôr do sol da viagem.

Com muita determinação a organização Atacama Tierra Fértil está desenvolvendo vinhos no povoado de Toconao onde antes só tinha areia e sal. Como apreciadores da bebida e curiosos por descobrir tudo o que o Deserto de Atacama pode proporcionar saímos com o pessoal da Ayllu Expediciones para conhecer os vinhedos de maior altitude em todo o Chile no Tour do Vinho.

Este é um passeio com altitude muito próxima a San Pedro de Atacama, por volta dos 2.400 metros acima do nível médio do mar, portanto é indicado para quem chegou a pouco na cidade e ainda está se aclimatando. Recomendamos utilizar bastante protetor solar, boné/chapéu, óculos de sol e sempre levar água junto para ir se reidratando.

Por tempo limitado quem reservar qualquer tour com a Ayllu Expediciones através do email [email protected] informando que leu este post ganhará 30% de desconto.

O início do tour é por volta das 15:00 quando partimos para os vinhedos em um trajeto que dura aproximadamente 40 minutos até chegarmos no tranquilo povoado de Toconao.

Os cerca de 1000 habitantes são em sua maioria trabalhadores na mina de lítio da região, mas de uns tempos pra cá, observando o sucesso turístico da sua vizinha San Pedro de Atacama alguns moradores decidiram criar novos atrativos que movimentassem a economia e atraíssem investimentos, criando em 2011 a Vinícola Ayllu, que significa “comunidade familiar” na língua aimara.

Fomos recebidos pelos moradores do local e em poucos minutos já estávamos caminhando por entre os parreirais.

Tivemos a oportunidade de conhecer toda a história do plantio de uvas na região e as dificuldades enfrentadas pelos idealizadores, principalmente a escassez de água e o manejo do solo seco composto de areia, calcário e sal.

Nossa guia contou que um dos proprietários esteve em Israel duas vezes estudando as técnicas de produção vinícola em teremos áridos, o que ajudou a montar o sistema que funciona com o armazenamento de água proveniente do degelo da Cordilheira dos Andes que segue um sistema de irrigação por gotejamento para cada planta, que por sua vez recebe diariamente cerca de 4 litros de água. A energia utilizada neste processo é toda proveniente de painéis solares.

Muitas uvas estão sendo testadas no terroir, são plantadas variedades como País (uva chilena para compor rosés), Merlot, Pinot Grigio, Syrah e Petit Verdot.

As bebidas são produzidas na sede da cooperativa que todo ano recebe novos equipamentos, barris e tanques de fermentação. No tour do vinho os visitantes geralmente degustam 3 ou 4 rótulos da marca Ayllu. Os produtores são identificados na parte de trás da garrafa, com informações como tipo de uva utilizada, acidez, teor alcoólico e o ano da colheita.

Os vinhos são orgânicos, totalmente livres de produtos químicos ou qualquer pesticida já que as pragas não resistem à altitude e baixa umidade do ar na região, como o processo ainda é muito recente os vinhos tendem a melhorar bastante com o tempo, experiência dos agricultores e aprimoramento da técnica.

Saindo da vinícola seguimos para a Lagoa Chaxa no Salar de Atacama, que ocupa uma área com cerca de 3.000 Km² de crostas de sal em terreno irregular, emoldurado pelos vulcões Licancabur e Lascar, entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira do Sal. A entrada do parque é paga à parte do passeio e custa CLP 2.500 (cerca de R$ 12,00 em 03/2017).

Todo este sal é formado pela evaporação das águas subterrâneas e a espessura da camada externa pode passar dos 50 cm de altura.

O Salar do Atacama encontra-se na Reserva Nacional Los Flamencos, aqui encontramos 3 espécies distintas de flamingos, o Parina Chica (também conhecido como Flamingo-de-James), Parina Grande (Flamingo-Andino) e o Flamenco Chileno, todas espécies convivem em harmonia e passam o dia todo comendo os pequenos crustáceos nas águas salgadas.

Ao fim do passeio é chegada aquela hora em que o pessoal da Ayllu Expediciones nos brinda com seus banquetes, desta vez foram espetinhos de frutas, espetinhos de frango com legumes, tortillas e suco de laranja acompanhados de muita informação sobre tudo o que tínhamos visto durante o dia.

Este é o momento de pegar os casacos, afinal, há algumas horas atrás estava fazendo 28°C e neste momento a temperatura já está próxima aos 10°C. É também chegada a hora mais esperada, o incrível pôr do sol no Salar de Atacama.

Apesar de o “Tour do Vinho em Toconao e pôr do sol no Salar de Atacama” não ser um passeio considerado obrigatório nós sempre recomendamos aos amigos que gostam de saber um pouco mais sobre como vivem os moradores da região e como é incrível o que este povo consegue fazer com tão poucos recursos.

Não perca todas nossas matérias sobre o Atacama neste link: comerdormirviajar.com/tag/atacama

Você encontrará nossas fotos no instagram.com/comerdormirviajar
Para ver tudo o que postamos sobre o Atacama basta buscar pela tag #CDVTripAtacama

Ayllu Expediciones
Calle Toconao, 479
San Pedro De Atacama
Deserto do Atacama – Chile
+56 55 2 592781
www.ayllu.cl

Mais uma experiência incrível em nosso álbum: Mãos Pelo Mundo.

Comentários pelo Facebook

728x90

15 COMENTÁRIOS

  1. Quando lá estive eu fiquei muito impressionada com as maneiras que os nativos encontraram para sobreviver à escassez de água. Agora imagine só que à época eles nem produziam vinhos! É de impressionar e gostei muito de ler sobre tudo isso aqui!

    Muita admiração por esse lugar e por seu povo. Para mim, se um dia voltar ao Atacama, será sim, programa obrigatório! 🙂

  2. Oi Fábio, obrigada pela atenção em responder todas minhas dúvidas e pelas dicas. Ainda estou aqui pelo blog me deliciando com suas experiências e anotando tudo.

  3. É surpreendente o que as pessoas conseguem criar num ambiente inóspito né?
    Adorei a dica da vinícola, mas babei mesmo nesse pôr do sol incrível do deserto!
    Beijão!

  4. Como não ser um post maravilhoso nesse lugar mágico. O Atacama me proporcionou o por do sol mais incrível da minha vida.

  5. O deserto do Atacama é realmente incrível! Não me canso de ver as fotos. Infelizmente, ainda não conheço! Mas, com certeza, tá na listinha de desejos!!! 🙂

  6. Eu adoro quando os nativos criam novos atrativos turísticos. Isso é ótimo para quem mora na região e para quem vai visita-la.
    Ps. seria legal fazer um post sobre como definir o que é um passeio obrigatório em uma viagem srsrsr beijo

  7. Esbarrei no seu blog sem-querer-querendo por uma das minhas andanças nesse mundão virtual, e vou te contar: ADOREI! Com certeza voltarei mais vezes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here